Ir para Conteúdo

Hellmann's retira mais de 1000 toneladas de plástico reciclado da natureza

Publicado:

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Líder na categoria de molhos e na jornada de sustentabilidade, marca também anuncia a expansão do uso de plástico 100% reciclado em suas embalagens e esclarece mitos e verdades sobre reciclagem.

Várias embalagens de maionese Hellmann´s. Atrás, uma pessoa com roupa branca, da fábrica da Unilever, com o logo

Contribuindo para o objetivo global da Unilever de reduzir pela metade o uso de plástico virgem até 2025 e ter 100% de plástico reciclável, reutilizável ou compostável até a mesma data, Hellmann's celebra a retirada de 1.340 toneladas de plástico da natureza – o equivalente a mais de uma piscina olímpica. O marco foi atingido um ano após a adoção do material na fabricação de suas embalagens de ketchup.

Aproveitando esta conquista, a marca anuncia então a expansão do uso de plástico pós-consumo reciclado nos frascos de todos os seus produtos, incluindo maioneses, mostarda e molhos, com proporções que variam de 20% a 100%.

Os frascos de maionese tradicional e saborizadas, por exemplo passarão a ser compostos de 40% de PCR (resina pós consumo). O objetivo de Hellmann’s, líder na categoria quando o assunto são embalagens mais sustentáveis, é aumentar gradualmente o uso do material nos próximos anos.

O plástico reutilizado para a fabricação das embalagens de Hellmann’s passa por um processo de higienização, reciclagem e produção que o transforma em uma resina chamada PET PCR, muito similar à resina de plástico virgem, e tão segura quanto, para armazenar alimentos.

“O uso de plástico 100% reciclado nas embalagens de Hellmann’s representa um grande passo em direção a um futuro mais sustentável. Estamos orgulhosos do que já conquistamos até agora e animados para expandir ainda mais o uso de uma matéria-prima que seria descartada, mas, que agora, volta para a cadeia de produção e ganha uma nova chance. Hellmann’s tem como propósito reduzir o desperdício de alimentos. Dessa forma, a marca também contribui para a preservação e uso responsável dos recursos naturais”, celebra Carolina Riotto, Diretora de Marketing de Hellmann’s.

A adoção da resina reciclada por Hellmann’s está alinhada ao objetivo global da Unilever de reduzir pela metade o uso de plástico virgem até 2025 e ter 100% de plástico reciclável, reutilizável ou compostável até a mesma data. A Unilever é referência na circularidade do plástico e pioneira em utilizar resinas plásticas pós-consumo, como o PET PCR utilizado por Hellmann’s, em larga escala.

Apesar de o conceito de reciclagem ser amplamente difundido e ganhar cada vez mais espaço, o tema ainda causa dúvidas. Por isso, a Gerente de Sustentabilidade da Unilever no Brasil, Juliana Abreu, desmistifica os principais mitos em torno do assunto:

Qual é a diferença entre plástico virgem e reciclado?

O plástico virgem é feito a partir do petróleo, um recurso natural finito e com uma cadeia de extração que causa impactos no meio ambiente. Além disso, o material demora mais de 400 anos para se decompor, de acordo com dados do Ministério do Meio Ambiente, podendo causar poluição ambiental. Enquanto isso, a versão reciclada, como o PET PCR adotado por Hellmann’s, é feita a partir da reutilização de materiais plásticos que já foram usados, mas que voltam para a cadeia de produção e ganham uma vida útil prolongada, ao invés de irem para o lixo, já que podem ser reciclados muitas vezes.

Qual é a diferença entre plástico reciclável e reciclado?

Os termos reciclável e reciclado podem soar parecidos, mas têm significados diferentes. Reciclável é um material que tem potencial para ser reciclado em algum momento de seu ciclo de vida. Enquanto isso, reciclado se refere aos produtos feitos de materiais que já tiveram algum uso antecedente e foram processados para que pudessem se transformar em um novo produto, como é o caso da resina PET PCR usada nos frascos de Hellmann’s.

O plástico reciclado é seguro para uso em embalagens de alimentos?

Sim, o plástico PET PCR utilizado na produção dos frascos de Hellmann’s atende aos mais rigorosos padrões e requisitos da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), passando por processos de higienização e reciclagem que garantem a remoção total de contaminantes e tornam o material seguro para ser utilizado em contato com alimentos.

Por que o PET PCR tem coloração escura?

Embalagens feitas com o PET PCR costumam ter uma tonalidade diferente das fabricadas com plástico virgem. Isso acontece porque a própria resina tem um aspecto mais escuro, resultado do processo de reciclagem pelo qual o material passa. No entanto, a cor não impacta o desempenho do frasco, que atende a todos os requisitos de segurança. Vale destacar também que a diferença em coloração é apenas nas embalagens e não nos produtos Hellmann’s, que seguem com a mesma fórmula, cor e sabor.

Para mais informações, visite: https://www.hellmanns.com.br/Jornada-do-Plastico.html

Voltar ao topo