Ir para Conteúdo

Leilão da Batata arrecada fundos para combate ao desperdício alimentar

Publicado:

Tempo médio de leitura: 5 minutos

Em parceria com Hellmann's, a iniciativa gera reflexão sobre o tamanho do desperdício no país por meio de experimento social e de estudo inédito

Fundo azul escuro dando ênfase em uma batata no meio com uma tampa.

São Paulo, agosto de 2023 – Para Hellmann’s, comida é boa demais para ser desperdiçada. Com o propósito de contribuir para a redução do desperdício de alimentos no Brasil, a marca líder da categoria de maionese da Unilever promoveu o leilão de uma batata que seria jogada fora por R$ 100 mil reais. O experimento social nasceu após a marca realizar pesquisa que escancara a gravidade do desperdício de alimentos no país e visa chamar atenção para a causa, incentivando uma mudança de comportamento nos consumidores.

Entre lotes de obras de arte e antiguidades, a leiloeira apresentou uma batata com o lance inicial de R$ 1.630. Atores disfarçados aumentaram os lances, causando surpresa no público presente, que, até o momento, não sabia que estava participando de um experimento social. O valor escolhido para o lance inicial - maior do que o salário mínimo no pais, que é de R$ 1.320 - é equivalente ao montante médio desperdiçado por uma família de três pessoas em decorrência do descarte de alimentos em sua casa por ano no Brasil 1.

O dado foi calculado com exclusividade para Hellmann’s por Gustavo Porpino, pesquisador da Embrapa Alimentos e Territórios. O vídeo do experimento, criado pela Ogilvy Brasil, está no ar nas redes sociais da marca, e o valor de R$100 mil, arremate final da batata leiloada, faz parte do montante de R$1.7 milhões, doados entre 2021 e 2023 por Hellmann’s a iniciativas destinadas a pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar. Assista ao vídeo aqui.

Em pesquisa inédita realizada por Hellmann’s em parceria com a Opinion Box, 82% dos respondentes declararam ter descartado algum tipo de alimento no último mês, com o problema se agravando quanto mais jovem o público e maior a sua renda. O relatório identifica um comportamento paradoxal, ao passo que quase 60% dos entrevistados se consideram positivamente ativos em relação ao tema do desperdício de alimentos. Ninguém parece querer jogar comida no lixo, mas por desatenção, hábito ou correria do dia a dia, quase metade dos respondentes afirmam deixar ingredientes e sobras ainda em bom estado de consumo envelhecerem e estragarem na geladeira.

As causas do hábito de desperdício dos brasileiros são, principalmente, a falta de conhecimento na hora de conservar os alimentos e a falta de planejamento de refeições, com imprevistos do dia a dia levando ao acúmulo de alimentos na geladeira. Inclusive, conservar os alimentos é uma dificuldade apontada por 40% dos respondentes e 60% admitem que criar novas receitas com ingredientes “esquecidos” não é uma tarefa fácil. Confira mais detalhes da pesquisa

Segunda-feira Sem Desperdício – um movimento que convida para a mudança

Em resposta a esse cenário, e tendo em vista que segunda-feira é o dia da semana com maior propensão ao desperdício, de acordo com os participantes da pesquisa, Hellmann’s lançou recentemente a campanha "Segunda-feira Sem Desperdício", um movimento de mudança de comportamento, também idealizado pela agência Ogilvy Brasil, que vai fazer do primeiro dia da semana um momento de transformar aqueles itens que já estão na geladeira há um tempo, mas ainda em perfeita condição de consumo, em novas refeições.

Além de disponibilizar receitas com foco em reaproveitamento e dicas de conservação de alimentos no site www.segundasemdesperdicio.com.br, toda segunda, a campanha ocupa as redes sociais de Hellmann's convidando influenciadores e personalidades a cozinhar, dando vida nova para as sobras.

“Os achados da nossa pesquisa vão além de números frios e mostram, de fato, como e por que o descarte de comidas acontece no dia a dia dos brasileiros. Munidos com esse mapeamento, criamos um movimento que conscientiza e estimula os brasileiros a valorizarem verdadeiramente os alimentos e a darem uma segunda chance àqueles que estão parados na geladeira e que podem se transformar em refeições simples e deliciosas", explica a diretora de marketing de Hellmann’s no Brasil, Carolina Riotto.

“Para chamar atenção ao tema e gerar reflexões propositivas, decidimos hackear esse espaço de leilões, que é reservado para itens caros e de luxo, para incentivar as pessoas a refletirem sobre o valor dos alimentos e combater seu desperdício", completa.

Mais sabor e menos desperdício como propósito

Além de pautar o combate ao desperdício de alimentos em suas comunicações, Hellmann’s criou o programa “Unidos pela Comida”, em parceria com a filantech Infineat, que, desde 2021, já redirecionou mais de 1.024 toneladas de alimentos provenientes da indústria e do varejo que iriam para o lixo e os utilizou para complementar mais de 1,5 milhão de refeições que foram distribuídas para população em situação de vulnerabilidade alimentar. Com o projeto e o recém-lançado programa de mudança de comportamento, Hellmann’s endereça as três principais frentes em que esse desperdício acontece: na indústria, nos pontos de venda e na casa do consumidor.

A pesquisa encomendada por Hellmann’s e realizada pela Opinion Box entrevistou 867 pessoas com mais de 18 anos, de todas as classes sociais e regiões do país, em julho de 2023. Toda a campanha e ações foram criadas pela agência Ogilvy Brasil, a organização do evento do leilão foi realizada pela agência Cross, e a produção do vídeo do experimento foi feita pela produtora Sagaz Filmes.


1

Dado ajustado com a inflação da alimentação em domicílio.

Voltar ao topo