Há 10 anos, investimos na agricultura sustentável para apoiar nossos fornecedores na adoção de boas práticas. Alcançamos um progresso tremendo, mas para realmente interromper o declínio do solo, melhorar a água, proteger a biodiversidade, aumentar a resiliência climática e melhorar os meios de subsistência, sabemos que precisamos fazer mais.

É por isso que hoje estamos anunciando nossos Princípios da Agricultura Regenerativa, uma nova abordagem para a agricultura que trabalha em harmonia com a natureza para garantir a viabilidade e resiliência da terra a longo prazo.

Como diz Dave Ingram, Diretor Executivo de Suprimentos da Unilever: “A maioria dos ingredientes nos produtos da Unilever provém da natureza, por isso o futuro de nossos negócios está inevitavelmente vinculado à preservação e à regeneração do meio ambiente natural. Iniciativas como essas trazem mais do que benefícios ao planeta. Para serem considerados bem sucedidos,os princípios devem também beneficiar e melhorar os meios de subsistência de nossos agropecuaristas, de suas famílias e das comunidades que as circundam, criando um ciclo de prosperidade em nossa jornada rumo a tornar habitual nossa sobrevivência sustentável.”

Agricultura regenerativa: levando as coisas a um nível totalmente novo

Em 2010, apresentamos nosso Código de Agricultura Sustentável, que tem sido a estrela-guia em nosso programa de contratações sustentáveis e um importante orientador da agropecuária sustentável para centenas de milhares de fornecedores, pequenos proprietários rurais e fazendeiros.

Tendo isso como base, estamos agora adicionando uma nova camada de práticas que objetivam trabalhar com a natureza para regenerá-la. Nossos Princípios de Agricultura Regenerativa descrevem cinco áreas prioritárias que acreditamos estar necessitando mais urgentemente de ações e onde podemos atingir o maior impacto.

Colocando a teoria em prática

Para atingir a escala e o ritmo das mudanças que precisamos analisar, trabalharemos com fazendeiros, fornecedores e parceiros em programas nas diversas regiões geográficas. Daremos prioridade a nossos principais cultivos - que incluem laticínios, vegetais, grãos, óleo de dendê, soja, papel e papelão, coco, cacau e chá - por causa de seu impacto sobre o solo e sua contribuição para nossos gases de efeito estufa ou para a pegada humana. Aqui estão apenas alguns exemplos de programas já em curso.

Passando de “diminuir o prejuízo” para “trazer mais benefícios”

Continuaremos a defender e liderar a transformação das cadeias de suprimentos globais rumo a modelos mais sustentáveis e regenerativos. Isso requer empresas como a nossa que trabalha junto a governos e a sociedade civil para atingir o desenvolvimento sustentável, tornando a sobrevivência sustentável algo habitual.

Como disse Hanneke Faber, Presidente de nossa divisão de Foods & Refreshment: “Diminuir o prejuízo não é suficiente para nós. Nós buscamos agora oportunidades de trazer mais benefícios. Com a escala e a influência que temos, desempenhamos um papel essencial na liderança de uma mudança sistêmica pela qual nosso planeta implora.”

Voltar ao topo

CONECTE-SE CONOSCO

Estamos sempre procurando nos conectar com pessoas que têm interesse em um futuro sustentável.

FALE CONOSCO

Entre em contato com a Unilever e com as equipes de especialistas para encontrar contatos em todo o mundo. 

Fale conosco