Ir para Conteúdo

Protocolo de apoio para grávidas: Empoderamento, empatia e escuta ativa

Publicado:

Conheça a história da Jéssica Amada, Líder de Execução, que impulsionou a implementação de nova política de bem-estar para gestantes do time de merchandising, a partir da sua própria vivência.

A foto destaca em um meio circulo o time de promotoras da Unilever Brasil

Jéssica Amada, de 32 anos, é coordenadora de Merchandising na Unilever e lidera a execução da área em quatro estados: Amapá, Pará, Piauí e Ceará. Há 12 anos na companhia, em 2016, Jéssica realizou um de seus maiores sonhos: ser mãe. Na época, ela atuava como promotora de vendas e, com a gestação em andamento, descobriu alguns desafios em seu dia a dia de trabalho que até então não existiam.

Por se sentir insegura, superou esses entraves sem reportar à sua liderança. Contudo, a Unilever, que há mais de 15 anos tem a agenda de Equidade, Diversidade e Inclusão como uma de suas prioridades, tem o compromisso com o desenvolvimento e a valorização de suas funcionárias, além de um processo de escuta ativa. Prova disso e do reconhecimento pela excelência de seu trabalho é que seis meses após retornar de sua licença maternidade, Jéssica foi promovida.

Depois de sua experiência como mãe e de se tornar uma líder atenta às necessidades de seu time, em especial mulheres grávidas, ela notou que os desafios que havia passado durante sua gestação também eram comuns a outras colaboradoras grávidas, como a necessidade da troca de EPIs, por exemplo: as botas por uma numeração maior, já que os pés ficam mais inchados; coletes que normalmente já são mais largos por um tamanho ainda maior.

A partir dessa percepção, decidiu provocar um impacto positivo de melhoria no ambiente de trabalho das promotoras de vendas e liderou uma pesquisa, junto ao RH da Unilever, para identificar quais eram as dores dessas colaboradoras e como seria possível solucioná-las.

O resultado: em sete meses, esse trabalho conjunto com os times de RH, Saúde e Campo (que contempla os promotores de vendas) virou um protocolo para mulheres grávidas, que foi implementado no fim de 2023 para todo o time de Merchandising da Unilever Brasil.

Entre os benefícios que visam o cuidado e o bem-estar dessas colaboradoras estão a disponibilização de novos EPIs que se adequem às mudanças do corpo, maior flexibilidade na jornada de trabalho e uma atenção extra com a saúde delas, que contam com o acompanhamento do time de saúde, além de não abastecerem as categorias que contém produtos químicos e acessarem câmaras frias dos nossos clientes. O protocolo também tem como diferencial a possibilidade de utilizar aplicativo de transporte para realizar o trajeto casa/trabalho/casa durante todo o último trimestre da gestação.

“Esse insight de disponibilizar o aplicativo de corrida surgiu a partir das lideranças envolvidas na elaboração desse protocolo, não foi algo trazido como resultado da pesquisa, o que reforça o olhar empático e de acolhimento da companhia sobre as promotoras de vendas gestantes”, destaca Jéssica.

Voltar ao topo