Compras responsáveis

Evolução no monitoramento permite à Unilever avaliar as práticas de seus parceiros em temas de sustentabilidade

Globalmente, a Unilever exige de sua cadeia de suprimentos a adequação a normas nacionais e internacionais de referência, bem como às suas políticas de relações comerciais. Do mesmo modo, no Brasil, garantimos em todos os contratos que o fornecedor tenha ciência do Código de Fornecedores Unilever.

O texto do documento reforça o respeito aos direitos humanos em todas as nossas operações (leia mais aqui). Além disso, possui cláusulas específicas sobre trabalho escravo e infantil.

Dentro do USQS, o programa Compras Responsáveis é um importante meio de garantir a conformidade de nossos fornecedores em relação a temas trabalhistas, de saúde e segurança, ambientais e de conformidade nos negócios. No Brasil, aplicamos a ferramenta desde 2011 e conseguimos monitorar a atuação de cerca de 600 empresas parceiras, classificando-as conforme seu risco e criticidade.

Para os fornecedores de itens produtivos considerados de alto e médio riscos pelo Compras Responsáveis, é obrigatório realizar cadastro no sistema Sedex (Supplier Ethical Data Exchange, ou Intercâmbio de Dados de Fornecedores Éticos), desenvolvido pela AIM (Associação das Indústrias de Marcas), que avalia a conformidade dos parceiros em relação a temas como saúde e segurança, relações trabalhistas, integridade e gestão ambiental. Nos casos de alto risco, são realizadas auditorias independentes para verificar as informações cadastradas.

Atualmente, a Unilever não descredencia fornecedores automaticamente por conta de desempenho não satisfatório no Sedex; melhorias são propostas em planos de ação, que são acompanhados por nossa área de compras. No entanto, empresas que não cumpram adequadamente tais planos no tempo estipulado deixam de fazer parte de nossa base de parceiros de negócios.

Canal aberto

A Unilever Brasil oferece um disque-denúncia para que sejam informados casos de abuso e não conformidade em nossos fornecedores

Voltar ao topo