O Plano de vida sustentável da Unilever para

Uso de água

Uso de água

A escassez de água é um enorme problema para as pessoas, a sociedade e os negócios.

A água é fundamental para que o planeta, seus ecossistemas e seus habitantes sobrevivam e prosperem. No nível humano, é essencial para a vida e, no econômico, é um combustível essencial para a economia global. E isso também é válido para a Unilever, é claro. A água é fundamental para a fabricação e o uso de nossos produtos. Restrições em relação à qualidade e quantidade de água disponível limitam nossa capacidade de operar de forma eficaz e atender às necessidades de nossos consumidores.

No mundo, 2,8 bilhões de pessoas têm dificuldade de acesso à água. Estima-se que esse número aumentará significativamente, e o Water Resources Group prevê que 25% da demanda total por água não será atendida em 2030. A escassez de água nos domicílios está se transformando em um grande problema em cidades que apresentam rápido crescimento, em países em desenvolvimento, onde a infraestrutura não evoluiu no mesmo ritmo que a expansão populacional e da renda. A combinação de mudanças climáticas, urbanização, crescimento populacional e uma classe média em crescimento criaram uma crise hídrica global, caracterizada por secas, inundações e escassez localizada, como se viu recentemente na Cidade do Cabo.

Enfrentar esse desafio requer a ação coletiva de empresas, governos, organizações não governamentais (ONGs) e consumidores. Aqui, o objetivo 6 de desenvolvimento sustentável da ONU (ODS 6) oferece uma estrutura comum para obter acesso sustentável à água para todos até 2030. Acreditamos que um mundo com água disponível para todos seja a plataforma essencial para alcançar os outros objetivos de desenvolvimento sustentável.

O pilar da água do Plano de Sustentabilidade da Unilever contribui para vários objetivos globais de desenvolvimentosustentável (ODSs) da ONU, principalmente: Água potável e saneamento (ODS 6); Trabalho decente e crescimento econômico (ODS 8); Indústria, inovação e infraestrutura (ODS 9); Consumo e produção responsáveis (ODS 12); Ação contra a mudança global do clima (ODS 13); e Parcerias e meios de implementação (ODS 17).

A nossa estratégia

Estamos enfrentando o desafio da escassez de água de forma holística, para que nossos consumidores possam continuar a apreciar nossos produtos e possibilitar o sucesso da nossa empresa em um cenário de limitação da água.

Water use and water centre
A justificativa de negócio

As categorias de produtos de limpeza doméstica e higiene pessoal com as quais trabalhamos consomem respondem por mais de 90% do uso de água nos domicílios – da lavagem de louça aos cuidados com o cabelo, à limpeza da pele e à lavagem de roupas. Por isso, as pessoas que enfrentam escassez de água estão tendo de escolher como destinarão a pequena porção de água que conseguem obter. Por sua vez, isso limita o crescimento dos nossos produtos.

Também sabemos que, quando há secas, os preços agrícolas geralmente sobem e sobrevém uma crise energética, já que a água é um ingrediente essencial para a produção de energia. Isso eleva os preços, criando um triplo impacto em nossos negócios.

A nossa abordagem

Os sistemas de água são extremamente complexos e estão interligados. Por exemplo, o que impacta os fornecedores pode afetar a disponibilidade de matérias-primas para nossos negócios e, por fim, afetar nossos consumidores. Criamos uma estratégia global de recursos hídricos para salvaguardar nossa capacidade de operar e contribuir para o ODS 6.

A água é essencial para que as pessoas apreciem nossos produtos. Em situações nas quais a água é limitada, é difícil lavar as mãos, roupas, banheiros ou preparar uma deliciosa xícara de chá. Isso se reflete em nossa pegada hídrica. Mais de 99% de nosso consumo de água ocorre quando os consumidores usam nossos produtos, principalmente ao lavar roupas, lavar o cabelo e tomar banho de chuveiro ou banheira.

Sendo assim, nossas equipes de Pesquisa e Desenvolvimento estão se concentrando no desenvolvimento de produtos que apresentam o mesmo desempenho com menos água, com água de baixa qualidade ou sem água. Também estamos trabalhando com nossos fornecedores para reduzir o uso de água na agricultura nesses países e estamos reduzindo o uso de água em nossas fábricas no mundo todo.

As ações de um usuário em uma bacia hidrográfica podem determinar o suprimento de água para todas as pessoas. Se o sistema de água no qual realizamos nossas operações – seja cultivando chá, seja fabricando nossos produtos ou vendendo para consumidores – se esgota em qualidade ou quantidade, nosso negócio está em risco. Por isso, em áreas de maior risco hídrico ou nas áreas de cultivo agrícola de nossa propriedade, temos desenvolvido esforços de eficiência hídrica por meio do envolvimento com as comunidades locais e da ação coletiva com parceiros para aumentar a segurança hídrica para todos

O nosso foco

Estamos acelerando a inovação em produtos para atender às necessidades das pessoas em regiões sujeitas a escassez de água, ao mesmo tempo em que continuamos a reduzir o uso de água na agricultura e em nossas operações próprias de fábrica. Nossas iniciativas têm como foco as áreas onde podemos gerar o maior impacto positivo.

Nosso Conselho de águas interno é responsável pelas nossas metas e estratégia hídricas. O foco do conselho, presidido por Kees Kruythoff, nosso Presidente da Categoria de produtos de limpeza doméstica, é direcionar inovações inteligentes na área de água para o crescimento dos negócios.

Marcas e inovação

  • Desenvolver produtos inovadores para ajudar as pessoas a se adaptarem a um mundo com escassez de água.
  • Desenvolver nosso negócio de purificação de água potável com as marcas Pureit e Qinyuan.

Cadeia de suprimentos

  • Apoiar fornecedores do setor agrícola para que eles usem melhores técnicas e equipamentos de irrigação, o que aumentará o rendimento de sua produção.
  • Mapear proativamente e administrar o risco da água e do clima na cadeia de suprimentos.

Fábricas

  • Continuar promovendo o uso sustentável de água nos processos das nossas fábricas.

Apoio

  • Trabalhar em parcerias com governos, empresas que compartilhem os nossos objetivos e a sociedade civil para fazer frente a desafios mais amplos nas áreas de acesso a água, saneamento e higiene.
O nosso compromisso

Reduzir à metade o consumo de água associado ao uso dos nossos produtos até 2020.*

Além disso, até 2020, em nossas operações próprias, o consumo de água em nossa rede global de fábricas corresponderá, no máximo, aos níveis de 2008, apesar do aumento significativo dos volumes de produção.

Avanços obtidos até o momento

Em 2017, o nosso impacto em uso de água por consumidor caiu cerca de 2%† em relação a 2010.* Reconhecemos que estamos muito atrás da meta. A principal causa da diferença entre nosso resultado de 2016 e 2017 é que nosso portfólio agora é composto por mais produtos com pegada hídrica acima da média. Por isso, intensificamos o nosso foco para em produtos inovadores que usam menos água, ao mesmo tempo que incentivamos a mudança de comportamento do consumidor.

Realizamos reduções significativas no uso de água nas operações das nossas fábricas, que utilizaram 19,8 milhões† de metros cúbicos de água a menos em 2017 do que em 2008. Isso equivale a uma redução de 39%† por tonelada de produção. Também estamos trabalhando com nossos fornecedores do setor agrícola e lançando, em 2018, a nova edição do Código de agricultura sustentável, que orienta sobre todos os aspectos da agricultura climaticamente inteligente, incluindo a administração da água. No final de 2017, desenvolvemos conjuntamente mais de 4.000 planos de administração da água com nossos fornecedores agrícolas.

Futuros desafios

Investimentos em infraestrutura (natural ou artificial), regulamentações governamentais e ação do setor privado são elementos essenciais para quaisquer soluções duradouras. Por meio do nosso trabalho de apoio, promoveremos políticas e soluções de mercado que possibilitem o acesso a água, saneamento e higiene para um maior número de pessoas.

A definição dos preços da água, sua medição, aparelhos eficientes para os domicílios e produtos capazes de reduzir o consumo de água são alavancas necessárias para criar a tão urgentemente necessária mudança sistêmica para o uso sustentável da água. No entanto, em alguns países os governos ainda precisarão de tempo para melhorar a qualidade e aumentar a quantidade do abastecimento de água. Assim, há uma necessidade imediata por novos produtos que usem água com mais eficácia nos domicílios e que funcionem bem com água de baixa qualidade. Nosso desafio é acelerar nosso fluxo de inovação para atender às necessidades das pessoas.

*Nossas metas ambientais são expressas comparativamente ao ano base de 2010 e “por uso do consumidor”. Trata-se de uso único, de uma porção ou dose de um produto. Estamos usando cinco subcategorias nos dados sobre água (lavagem de roupas, cuidados com o cabelo, higiene oral, limpeza da pele e limpeza doméstica) em sete países onde a água é escassa: China, Índia, Indonésia, México, África do Sul, Turquia e Estados Unidos.

Audiado pela PwC


Clique para mais sobre uso da água

Metas e desempenho

Temos um compromisso ambicioso de reduzir à metade o uso de água associado ao uso dos nossos produtos pelos consumidores em países onde a água é escassa.*


Uso de água
O nosso compromisso

Reduzir à metade o consumo de água associado ao uso dos nossos produtos até 2020*.

O nosso desempenho

Em 2017, o nosso impacto sobre o consumo de água caiu cerca de 2%† em relação a 2010*.

A nossa perspectiva

Obtivemos reduções significativas no uso de água nas operações das nossas fábricas, diminuindo a água consumida na produção em 39%† por tonelada de produção em relação a 2008. Contudo, o nosso maior impacto é o uso de água pelos consumidores no banho de chuveiro ou banheira e em atividades de limpeza doméstica com os nossos produtos.

Em 2017, a água associada ao uso dos nossos produtos pelos consumidores caiu cerca de 2%† em relação a 2010. A principal causa da diferença entre nosso resultado de 2016 e 2017 é que nosso portfólio agora é composto por mais produtos com pegada hídrica acima da média. Nos últimos sete anos, aprendemos mais sobre as necessidades hídricas das pessoas em situações de escassez e refinamos nossa estratégia interna para alinhá-la com esses conhecimentos, levando em consideração questões sobre a quantidade e a qualidade da água.

Continuamos avançando no design e lançamento de produtos que requerem menos água. Nossa tecnologia SmartFoam, que, protegida por patente, está integrada ao nosso sabão em pó para lavagem de roupas a mão Sunlight 2-in-1 e ao sabão em barra Rin, usa menos da metade da água necessária para enxágue, facilitando e acelerando o processo de lavagem para consumidores em regiões onde a água é escassa. Essa inovação contribuiu para o aumento da participação de mercado de Sunlight, um produto da marca global Surf, na África do Sul.

Em 2016, inauguramos nosso Suvidha Hygiene Centre, na Índia. Instalado em uma das maiores favelas de Bombaim, o centro presta serviços de fornecimento de água, saneamento e higiene com pagamento por uso a mais de 1.500 pessoas, incluindo espaço para lavar louça e roupas e água potável. O centro aplica princípios da economia circular para reduzir o uso de água. A água fresca é utilizada em primeiro lugar para banho, lavagem de mãos e de roupas. Então, os resíduos de água dessas atividades são usados para água de descarga em banheiros.

Esse modelo de negócio é uma oportunidade para desenvolver novos mercados, investimentos e inovação, atendendo às necessidades dos consumidores e contribuindo para a realização dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODSs) da ONU, especialmente o ODS 6, que aborda as questões de água potável e saneamento.

Também continuamos a ampliar nossos Centros de Água de Sunlight na Nigéria. No final de 2017, haviam 18 centros abertos no país.

*Nossas metas ambientais são expressas comparativamente ao ano base de 2010 e “por uso do consumidor”. Trata-se de uso único, de uma porção ou dose de um produto. Estamos usando cinco subcategorias nos dados sobre água (lavagem de roupas, cuidados com o cabelo, higiene oral, limpeza da pele e limpeza doméstica) em sete países onde a água é escassa: China, Índia, Indonésia, México, África do Sul, Turquia e Estados Unidos.

Auditado pela PwC


  • Alcançado

  • Dentro do Prazo

  • Fora do Prazo

  • %

    Do objetivo alcançado

Key
  • Alcançado

    .

  • Dentro do Prazo

    .

  • Fora do Prazo

    .

  • %

    Do objetivo alcançado

    .

As nossas metas

Consulte Auditoria externa para obter mais detalhes sobre o nosso programa de auditoria do Plano de Sustentabilidade da Unilever.

Redução do uso de água nas nossas fábricas

  • Até 2020, o consumo de água em nossa rede global de fábricas corresponderá, no máximo, aos níveis de 2008, apesar do aumento significativo dos volumes de produção.

Isso representa uma redução de cerca de 40% por tonelada de produção.

Com relação ao ano base de 1995, representa uma redução de 78% por tonelada de produção e uma redução absoluta de 65%.

Vamos nos concentrar principalmente nas fábricas que estão em locais que enfrentam escassez de água.

Redução de 19,8 milhões de metros cúbicos de água utilizados em 2017 versus 2008 (redução de 39%† por tonelada de produção).

Em relação a 1995, isso representa uma redução de 77,4% em termos absolutos.


  • Todas as fábricas recém-construídas usarão menos da metade da água utilizada nas unidades abrangidas nos dados do ano base de 2008.

Novas fábricas na Turquia, no Vietnã, na Índia e no Irã, começaram a produzir em 2017. Quando estiverem plenamente operacionais, essas fábricas consumirão 50% menos água do que as operações das unidades abrangidas nos dados do ano base de 2008.


A nossa perspectiva

Reduzimos o volume de água total consumido em processos de fabricação em mais de três quartos desde 1995.

Em 2017, obtivemos uma redução de 39%† por tonelada de produção em relação a 2008. Conseguimos esse resultado apesar do crescimento do nosso volume de produção. A redução equivale a uma economia de cerca de 2,6 litros de água por pessoa no planeta.

Esse avanço se deve a iniciativas de melhoria contínua em todas as unidades, visando reduzir, reutilizar e reciclar água. Fazemos isso mediante a aplicação de técnicas de baixo custo e sem custo, além de mudanças comportamentais, e um programa de investimento de capital específico para a questão da água.

Continuamos a acompanhar e a promover melhorias no desempenho do uso de água como um componente de nossa estratégia hídrica global. A eficiência da água apresenta sólidos retornos financeiros, reduz nossa dependência de recursos hídricos e apoia a inovação de processos.

Uso sustentável de água nos processos das nossas fábricas

Redução do uso de água nos processos de lavagem de roupas

Vamos reduzir o volume de água necessário no processo de lavagem de roupas das seguintes formas:


  • Fornecer produtos para lavagem de roupas com excelentes resultados e menos consumo de água para 50 domicílios em países onde a água é escassa até 2020.

Em 2016, produtos de enxágue único foram usados em 4,9 bilhões de lavagens em mais de 59 milhões de domicílios em todo o mundo.


A nossa perspectiva

Embora tenhamos atingido nossa meta antes do prazo, continuamos atingindo mais domicílios em países com escassez de água. Os produtos da marca Comfort Concentrado 1 Enxágue estão disponíveis no Brasil, Camboja, Índia, Indonésia, nas Filipinas, Tailândia e no Vietnã – todos esses países enfrentam problemas com a escassez de água.

Em 2013, iniciamos uma parceria com o Ministério de Recursos Naturais e Meio Ambiente do Vietnã para aumentar a conscientização sobre a escassez de água nas áreas rurais, educar as pessoas a mudar seus hábitos de enxágue e mostrar como os benefícios dos produtos da linha Comfort Concentrado 1 Enxágue podem ajudar a reduzir o uso de água. Essa campanha teve uma repercussão particularmente grande em 2016 e 2017, quando o Vietnã enfrentou sua pior seca em 100 anos.

Só em 2017, nossa campanha de Comfort Concentrado 1 Enxágue permitiu que as pessoas reduzissem seu uso de água e doassem água para regiões afetadas pela seca, atingindo 14 milhões de pessoas em todo o Vietnã.

Produtos hidricamente inteligentes para situações de escassez de água

Redução do uso de água na agricultura

  • Vamos desenvolver planos abrangentes com os nossos fornecedores e parceiros para reduzir o uso de água na agricultura em países onde a água é escassa.

A administração da água é parte integrante do nosso Código de Agricultura Sustentável. Quase 100% dos nossos fornecedores de produtos de origem vegetal, incluindo fornecedores de tomate, já estão cumprindo nosso Código. Quase todos os fornecedores, ao irrigar a terra, têm planos de administração da água e informam sobre sua utilização na irrigação.


A nossa perspectiva

Coletamos dados sobre irrigação junto aos fornecedores no contexto da implementação do nosso Código da Agricultura Sustentável (PDF | 682KB) desde 2011. Hoje, estamos prestes a alcançar os 100% de cobertura nos principais cultivos, como os de verduras e tomates.

Um passo importante no programa de sustentabilidade em suprimentos será o lançamento, em 2018, da edição renovada do Código de Agricultura Sustentável, que oferece orientações claras sobre todos os aspectos da agricultura climaticamente inteligente, incluindo a administração da água. Os impactos das mudanças climáticas na agricultura serão distintos em diferentes partes do mundo. Em 2018, vamos encomendar estudos detalhados sobre os locais onde o risco climático é maior para os diversos produtos agrícolas que compramos. Isso nos ajudará a entender onde devemos concentrar nossas inciativas para ajudar fornecedores e agricultores a se adaptar e reduzir suas contribuições para as mudanças climáticas.

Para apoiar ainda mais os agricultores na compreensão dos conceitos relacionados à administração da água em suas propriedades rurais, temos trabalhado com a Cool Farm Alliance para desenvolver uma calculadora de pegada hídrica on-line. Esse recurso será lançado em 2018, complementando a calculadora de pegada de carbono e a ferramenta de avaliação da eficácia da biodiversidade.

Trabalhar com fornecedores e agricultores para administrar o uso de água
Voltar ao topo