1. Home
  2. ...
  3. O Plano de Sustentabilidade da Unilever
  4. Oportunidades para mulheres

O Plano de vida sustentável da Unilever para

Oportunidades para mulheres

Queremos ajudar a criar um mundo em que todas as mulheres e meninas possam criar o tipo de vida que desejam levar, sem restrições por normas e estereótipos que só prejudicam. Acreditamos que um mundo onde as mulheres tenham poder aquisitivo seja um lugar mais justo, mais feliz e mais próspero para se viver e sabemos que nossos negócios terão êxito nesse mundo.

Como mudar as normas e acabar com a desigualdade de gêneros

No ritmo atual, as mulheres terão que esperar 100 anos para que a desigualdade de gêneros seja extinta, uma espera que, apesar dos avanços da última década, na verdade ficou mais difícil de alcançar em 2017. O relatório sobre a desigualdade de gêneros do Fórum Econômico Mundial que acontece todos os anos, publicado em novembro de 2017, revelou a desigualdade entre homens e mulheres nas áreas da saúde, educação, política e expansão do local de trabalho pela primeira vez desde o início dos relatórios que começaram em 2006.

Essa espera é inaceitável para as gerações atuais e futuras de mulheres e meninas e, também, para as sociedades e economias das quais elas e nossos negócios fazem parte.

Queremos que nossa empresa esteja entre os líderes na extinção dessa desigualdade e que combata e mude as normas prejudiciais e estereótipos que criam barreiras para o empoderamento econômico das mulheres e as normas e estereótipos de masculinidade, que também limitam os homens.

Como o empoderamento das mulheres pode transformar o mundo

O empoderamento das mulheres transformará suas vidas individuais e, também, as sociedades. Isso é essencial para a Agenda do Desenvolvimento Sustentável e os Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da Organização das Nações Unidas para 2030. O empoderamento de mulheres e meninas é o foco do ODS 5, Igualdade de gênero. No entanto, como acontece com a necessidade de trabalhar em parceria (ODS 17), o empoderamento das mulheres é um fio condutor que une todos os ODSs. Isso vem apoiar especialmente os ODSs relacionados ao desenvolvimento de habilidades e emprego e o empoderamento econômico que isso traz.

Nossos negócios também serão transformados: as mulheres representam 70% de nossa base de consumidores, 50% do banco de talentos de onde recrutamos nossa força de trabalho. Elas desempenham papéis essenciais em nossa cadeia de suprimentos e permitem que alcancemos os consumidores com nossos produtos. Ao criar e apoiar oportunidades para as mulheres na sociedade e na economia, temos a possibilidade de expandir os nossos mercados, marcas e negócios.

A nossa estratégia

Acreditamos que o empoderamento das mulheres é o mais importante fator de desenvolvimento humano e econômico e que mudar as normas e os estereótipos que impedem o avanço feminino levará a uma transformação positiva para a sociedade e nossos negócios.

Mulheres empoderadas: como criar negócios melhores e a um futuro mais brilhante

Mulheres empoderadas desempenham um papel vital na criação do crescimento de economias nas quais os nossos negócios podem se expandir e, ao aumentar as oportunidades femininas, nossas oportunidades aumentarão ainda mais.

No mundo todo, as mulheres controlam 64% das despesas de consumo e formam o grupo de consumidores com crescimento mais rápido. De acordo com o McKinsey Global Institute, a igualdade entre homens e mulheres na força de trabalho global somaria US$ 28 trilhões para a economia mundial até 2025. Essa é uma oportunidade muito significativa para qualquer negócio, especialmente para um como o nosso, onde mais de 70% dos nossos consumidores são mulheres.

Porém, como o relatório global sobre a desigualdade de gêneros do Fórum Econômico Mundial de 2017 mostra, a eliminação dessa diferença não tem sido tão rápida. Mas o que tem evitado o avanço da igualdade?

Como combater as normas impostas aos gêneros que impedem o crescimento

O relatório do Painel de alto nível da ONU sobre o Empoderamento econômico das mulheres afirma que “a mudança das normas deve ser um dos principais tópicos da Agenda para 2030 para que as oportunidades econômicas das mulheres sejam ampliadas”. Nossa própria pesquisa sustenta a crescente evidência de que algumas das maiores forças por trás das lacunas que persistem entre os gêneros são normas sociais e estereótipos prejudiciais sobre mulheres e homens que limitam as expectativas do que as mulheres podem ou devem fazer. Essas normas ultrapassadas que discriminam as mulheres estão à nossa volta e estão profundamente arraigadas.

Combatê-las e mudá-las é parte vital da nossa estratégia. Temos a visão de um mundo em que todas as mulheres e meninas possam criar a vida que desejam levar, sem sofrerem restrições por normas e estereótipos que só prejudicam. E um mundo em que os homens também estejam livres das limitações de normas sociais e estereótipos nocivos ligados à masculinidade e ao machismo e em que as economias se desenvolvam e criem oportunidades para homens e mulheres.

Como empoderar as mulheres para que possam atuar em toda a cadeia de valor

Temos uma grande oportunidade para ajudar a criar essa visão da liberação do potencial das mulheres ao longo de toda a nossa cadeia de valor e na sociedade em geral. Nosso ponto de partida foram políticas e práticas progressivas no local de trabalho e nas operações na cadeia de suprimentos. A partir daí, colaboramos com outros agentes para criar oportunidades para mulheres em nossa cadeia de suprimentos estendida por meio de nossas redes de distribuição, nossas marcas e produtos. Cooperando em parceria, apoio e liderança de ideias, revelamos o potencial da ação coletiva para uma mudança sustentável e transformadora.

Em nosso relatório Oportunidade para as mulheres de 2017 (PDF | 7MB) delineamos como essa abordagem em toda a cadeia de valor visará:

  • criar uma organização com equilíbrio de gênero com foco em cargos gerenciais
  • promover a segurança das mulheres nas comunidades nas quais atuamos
  • aumentar o acesso a treinamento e desenvolvimento de habilidades
  • expandir as oportunidades na nossa cadeia de valor
  • trabalhar com outros agentes para desafiar as normas e os estereótipos de gênero ultrapassados.
Um esforço global no qual a parceria desempenha um papel fundamental

Cultivar normas de gênero justas e equilibradas e representações progressistas de mulheres e meninas exigem uma ampla ação coletiva. Os acionistas de todos os setores precisam trabalhar em conjunto e os negócios devem fazer parte da solução. Participamos de plataformas que nos ajudam a trazer insights para a Unilever e compartilhar nossos próprios insights com o público externo. Muitas de nossas parcerias estão descritas nas páginas Tomando Ação deste relatório. Algumas plataformas importantes que se concentram em impulsionar mudanças em sistemas e setores incluem:

  • nós nos alinhamos com o Painel do Secretário-Geral da ONU sobre o Empoderamento econômico das mulheres e participamos em grupos de trabalho de combate a normas adversas e mudando a cultura empresarial
  • assumimos um compromisso com o movimento ElesPorElas da ONU Mulheres para impulsionar o avanço das mulheres. O objetivo é alcançar a igualdade incentivando homens e meninos a serem agentes da mudança e atuarem contra as desigualdades indesejáveis enfrentadas por mulheres e meninas
  • nossa parceria público-privada TRANSFORM com o Departamento do Desenvolvimento Internacional britânico é um investimento conjunto de 40 milhões de libras. O objetivo é desenvolver soluções mercadológicas para permitir que 100 milhões de pessoas na Ásia e na África Subsaariana tenham acesso a produtos e serviços que demonstraram melhorar a saúde, as condições de subsistência, o meio ambiente ou o bem-estar até 2025. Um dos principais resultado para a TRANSFORM é o empoderamento feminino
  • somos membros da iniciativa Aliança Sem Estereótipo (Unstereotype Alliance) uma iniciativa da ONU liderada por mulheres em parceria com a Unilever e líderes do setor que inclui as empresas WPP, IPG, Facebook, Google, Mars, Microsoft e J&J para banir as representações estereotipados de gênero na publicidade e em todos os conteúdos liderados pelas marcas.
Uma prioridade fundamental no Plano de vida sustentável da Unilever

Criar oportunidades para as mulheres não é um objetivo isolado. Na verdade, esse objetivo permeia todo Plano de sustentabilidade da Unilever e é um elemento central em muitas das nossas de sustentabilidade transformadoras.

Há exemplos ao longo deste relatório, incluindo a maneira como a marca Dove tem ajudado no desenvolvimento da autoestima e confiança na própria aparência física de jovens, a forma como estamos aprimorando o acesso a treinamentos e desenvolvimento de habilidades para mulheres em nossa cadeia de suprimentos agrícolas por meio do nosso Enhancing Livelihoods Fund e, com a iniciativa Shakti, como temos criado oportunidades econômicas para as mulheres para que elas façam parte de nossa rede de desenvolvimento de clientes.

O nosso compromisso

Até 2020, empoderaremos 5 milhões de mulheres avançando em oportunidades para elas nas nossas operações, promovendo a segurança, desenvolvendo habilidades e ampliando oportunidades também na nossa cadeia de valor.

Avanços obtidos até o momento
  • Melhoramos o nosso equilíbrio de gênero, e a participação das mulheres em cargos gerenciais atingiu 47%† em 2017.
  • Em parceria com outros agentes, até 2017 habilitamos 1.259.000† Ж (ou cerca de 1,3 milhões) de mulheres a acessar iniciativas que promovem sua segurança, desenvolvem suas habilidades e expandem as oportunidades para elas.

Auditado pela PwC

Ж Cerca de 370 mil mulheres obtiveram acesso a iniciativas no âmbito dos pilares de negócios inclusivos e oportunidades para mulheres em 2017

Futuros desafios

Como o Relatório global sobre a desigualdade de gêneros do Fórum econômico mundial de 2017 mostra, o progresso em direção à igualdade de gêneros não pode ser subestimado e não há espaço para complacências apesar das vantagens obtidas em nossos negócios e na sociedade em geral nos últimos anos.

Se quisermos chegar a esse mundo que desejamos até 2030, devemos criar uma sociedade com igualdade de gênero. Isso significa muito mais do que focar no cumprimento do Programa de desenvolvimento sustentável da ONU, o objetivo 5, o objetivo específico sobre gênero.

Para ter êxito, a igualdade de gêneros e o empoderamento de mulheres e meninas devem estar presentes em todos os ODSs. Como nosso CEO, Paul Polman, escreveu em novembro de 2017: “É necessária uma ação combinada, consistente e contínua e peço aos líderes que apliquem um ponto de vista sobre o gênero e, em particular, um ponto de vista sobre as normas sociais a todos os programas, independentemente de quais ODSs eles possam abranger, embora os benefícios não sejam necessariamente observados no curto prazo.”

Além de ser holística, fica claro que a ação deve ser colaborativa. Devemos continuar a nos esforçar para combater as barreiras de gêneros em toda a nossa cadeia de valor. No entanto, normas sociais e estereótipos de gênero prejudiciais profundamente enraizados não desaparecerão sem uma ação coletiva de governos, sociedade civil e empresas.

A Unilever, como todos que desejam ver o potencial das mulheres disponibilizado e realizado, precisa continuar na busca de novas abordagens. Isso significa novas maneiras de medir e administrar nosso impacto social de maneira econômica e em grande escala. E novas formas de parceria com outros agentes, incluindo parcerias com o governo e a sociedade civil.

Isso exige especialmente que aproveitemos a influência conjunta da comunidade empresarial mais abrangente para que possamos ajudar a mudar para a melhor a forma como o mundo funciona para as mulheres. Destacamos três áreas prioritárias para acelerar o processo da igualdade de gêneros e o empoderamento das mulheres no setor privado: pedimos às empresas que estejam atentas às questões de gênero, que tenham uma participação ativa no assunto e que sejam agentes formadores da nova norma. Consulte nosso White Paper Oportunidades para as mulheres (PDF | 7MB) para saber mais detalhes.

Downloads

White Paper Oportunidades para as mulheres (PDF | 7MB)

Como liberar o potencial das mulheres: a nossa abordagem (PDF | 203KB)


Clique para ler mais sobre Oportunidades para as mulheres
Oportunidades para mulheres
O nosso compromisso

Até 2020, empoderaremos 5 milhões de mulheres avançando em oportunidades para elas nas nossas operações, promovendo a segurança, desenvolvendo o aprimoramento de habilidades e ampliando oportunidades nas nossas operações de varejo.

O nosso desempenho

Melhoramos o nosso equilíbrio de gênero, e a participação das mulheres em cargos gerenciais atingiu 47%† em 2017. Em parceria com outros agentes, até 2017 habilitamos 1.259.000† Ж (ou cerca de 1,3 milhões) de mulheres a acessar iniciativas que promovem sua segurança, desenvolvem suas capacitamos e expandem as oportunidades para elas.

A nossa perspectiva

A nossa abordagem do empoderamento feminino fundamenta-se no tripé composto por direitos, habilidades e oportunidades. É necessário que os direitos das mulheres sejam respeitados e, para obter sucesso, as mulheres precisam de habilidades e oportunidades.

O objetivo de aumentar a produção agrícola e garantir a oferta de suprimentos para a nossa empresa poderá ser atingido com mais facilidade se as mulheres tiverem acesso justo e idêntico a habilidades e oportunidades. O impacto do empoderamento econômico das mulheres tem efeito transformador sobre o resgate de famílias da situação de pobreza.

O empoderamento feminino é uma grande oportunidade de crescimento dos negócios, mas é algo que também requer mudanças em sistemas inteiros, promovidas tanto pelas nossas próprias atividades comerciais e iniciativas quanto pelo diálogo com públicos importantes no mundo e nos países. As ideias e perspectivas que obtemos nesse diálogo são essenciais para o nosso entendimento das questões e prioridades das mulheres ao continuarmos desenvolvendo as nossas políticas e práticas.

Auditado pela PwC

Ж Cerca de 370 mil mulheres obtiveram acesso a iniciativas no âmbito dos pilares de negócios inclusivos e oportunidades para mulheres em 2017


  • Alcançado

  • Dentro do Prazo

  • Fora do Prazo

  • %

    Do objetivo alcançado

Key
  • Alcançado

    .

  • Dentro do Prazo

    .

  • Fora do Prazo

    .

  • %

    Do objetivo alcançado

    .

As nossas metas

Consulte Auditoria externa para obter mais detalhes sobre nosso programa de auditoria do Plano de Sustentabilidade da Unilever.

Criação de uma organização com equilíbrio de gênero com foco em cargos gerenciais

Criaremos uma organização com equilíbrio de gênero com foco em cargos gerenciais.

A porcentagem de gerentes mulheres na Unilever chegou a 47% em 2017.


A nossa perspectiva

Desde 2009, estamos comprometidos com a criação de uma organização com equilíbrio de gênero. Definimos uma ambição clara de que 50% dos nossos cargos gerenciais sejam ocupados por mulheres até 2020.

Continuamos avançando nesse sentido, mas ainda há bastante trabalho pela frente. Até o fim de 2017, 47%† das pessoas com cargos gerenciais na nossa empresa eram mulheres, ultrapassando os 46% de 2016. Nos níveis hierárquicos mais altos, as proporções não são tão elevadas: entre os nossos 93 principais executivos, 22% eram mulheres em 2017. Dos membros do nosso Conselho, em 2017, cinco dos 13 eram mulheres (38%), em comparação com as seis pessoas de um total de 14 em 2016 (43%).

Como parte de nosso programa de apoio à maternidade e paternidade, lançamos nosso padrão global de bem-estar materno que oferece 16 semanas de licença-maternidade paga a todos os funcionários. Embora nossos direitos anteriores já cumprissem as exigências regulamentares locais, o novo padrão é um grande avanço já que em 54% dos países em que operamos, ele ultrapasse a exigência regulamentar local.

Promoção da diversidade e inclusão

Promoção da segurança das mulheres nas comunidades nas quais atuamos

Promoveremos a segurança das mulheres nas comunidades nas quais atuamos.

Até 2017, capacitamos cerca de 7 mil mulheres a acessar iniciativas com o objetivo de promover sua segurança.


A nossa perspectiva

segurança é um fator essencial para as mulheres nas comunidades onde atuamos.

Continuamos envolvendo os funcionários e a comunidade ampliada em campanhas de conscientização e treinamento de combate ao assédio sexual e procedimentos de registro de queixas de abuso.

Mantemos uma abordagem sistêmica e inclusiva e estamos trabalhando com as comunidades. Continuamos a criar parcerias com organizações externas especializadas para fortalecer ainda mais esse trabalho, aumentar a conscientização, fornecer mais informações sobre o que constitui um assédio sexual e promover mais oportunidades para que meninas participem de atividades sociais.

Em 2016, assinamos uma estrutura da parceria global sobre a segurança das mulheres com a ONU Mulheres que tem analisado e fortalecido nosso programa Segurança para Mulheres e Meninas em Kericho, no Quênia, para que ele possa ser adaptado a outros países e regiões. Em 2017, estendemos esse programa para trabalhar com nossos fornecedores em Assam, na Índia.

Promoção da segurança para as mulheres

Aumento do acesso a treinamento e desenvolvimento de habilidades

Aumentaremos o acesso a treinamento e desenvolvimento de habilidades em toda a nossa cadeia de valor.

Até 2017, capacitamos cerca de 1.175.000Ж* (cerca de 1,2 milhões) de mulheres a acessar iniciativas que promovem o desenvolvimento de suas habilidades.


A nossa perspectiva

A nossa meta é fundamental para expandir a participação das mulheres na economia.

O acesso a treinamento é uma das principais barreiras à participação em treinamento das mulheres. É por isso que o nosso treinamento é concebido de modo a estimular a participação completa e igual das mulheres, como, por exemplo, com a oferta de horários convenientes e locais acessíveis e o fornecimento de cursos online. Também estamos trabalhando com parceiros, o que nos ajuda a alcançar um maior número de mulheres e estimula o aprendizado mútuo.

Adotamos uma abordagem holística ao promover o acesso a treinamento e habilidades, oferecendo treinamento complementar sempre que possível. Por exemplo, nosso treinamento em agricultura para famílias de pequenos proprietários rurais é suplementado por treinamento em nutrição, visando a melhorar a diversidade da dieta. Da mesma forma, pretendemos implantar um treinamento em alfabetização financeira para pequenos proprietários rurais para os quais já tenhamos oferecido outros tipos de treinamento.

Auditado pela PwC

Ж Cerca de 370 mil mulheres obtiveram acesso a iniciativas no âmbito dos pilares de negócios inclusivos e oportunidades para mulheres em 2017

* Em 2017, nosso total inclui mulheres inscritas em programas que oferecem treinamento virtual ou remoto, consulte a Base de preparo da Unilever (PDF | 6MB) para obter detalhes

Aumento do acesso feminino a treinamento e desenvolvimento de habilidades

Expansão de oportunidades na nossa cadeia de valor de varejo

  • Expandiremos a oferta de oportunidades para mulheres na nossa cadeia de valor de varejo.

Até 2017, capacitamos cerca de 77.000 mulheres a acessar iniciativas que expandem as oportunidades para elas na nossa cadeia de valor de varejo.


  • Aumentaremos o número de empreendedoras do Shakti Project que recrutamos, treinamos e empregados de 45.000 em 2010 para 75.000 em 2015.
93

Até o final de 2015, 70.000 microempresários do programa Shakti estavam vendendo nossos produtos na Índia.

(Desde 2016, essa meta faz parte da nossa meta mais abrangente da cadeia de valor que vemos acima.)


A nossa perspectiva

Em 2016, integramos nossas ambições com o Shakti Project em nossa meta mais ampla de expandir oportunidades para as mulheres na nossa cadeia de valor de varejo até 2020. Até 2017, aumentamos o número de empresários do programa Shakti para cerca de 74.800.

O programa Shakti teve início na Índia. Trata-se de uma iniciativa mutuamente vantajosa que catalisa a geração de renda no meio rural ao mesmo tempo em que beneficia os nossos negócios: o programa prepara mulheres para distribuir nossos produtos em vilarejos. O programa tornou-se um modelo para alcançar consumidores rurais em mercados tipicamente de baixa renda e emergentes. Estamos adaptando esse modelo em diversos mercados do sudeste asiático, África e América Latina. Por exemplo, na Nigéria, cerca de 2.200 mulheres estiveram ativas na venda dos nossos produtos no contexto da nossa iniciativa Gbemiga em 2017.

Como expandir oportunidades em nossa cadeia de valor do varejo
Voltar ao topo

CONECTE-SE CONOSCO

Estamos sempre procurando nos conectar com pessoas que têm interesse em um futuro sustentável.

FALE CONOSCO

Entre em contato com a Unilever e com as equipes de especialistas para encontrar contatos em todo o mundo. 

Fale conosco