Toggle Busca

  1. Home
  2. Marcas
  3. Últimas noticias sobre as nossas marcas
  4. Hellmann’s Completa 50 Anos No Brasil

Hellmann’s Completa 50 Anos No Brasil

Acompanhe a linha do tempo da marca, que trouxe a primeira maionese industrializada ao país

Unilever logo

Em 1962 é lançada Hellmann's, a primeira maionese industrializada do Brasil. As ações de propaganda e marketing têm papel decisivo na aceitação do produto pelos consumidores, que demonstram pouca disposição para incluir os alimentos prontos em sua dieta.

Em 1964 é lançado o vidro de 500 gramas da maionese Hellmann's. Os anúncios ressaltam o sabor e a economia que a dona de casa pode obter utilizando o produto.

Em 1975 vem a embalagem de 1 quilo de maionese, que, a esta altura, tem melhor aceitação entre os consumidores brasileiros.

Em 1985, Hellmann´s deu um passo para garantir a integridade de seus produtos, instituindo um selo de vedação para proteger a embalagem. Além dessa inovação, os rótulos passam a estampar receitas, para estimular o uso do produto e facilitar a comunicação com o consumidor.

Em 1986 ocorreu a substituição da tampa metálica pela versão plástica.

Em 1990 é lançada a maionese Hellmann's regular em bisnaga de 250 gramas. A nova embalagem tem tampa flip-top, que facilita o manuseio do produto. O bico fixo e lacrado garante a inviolabilidade da embalagem e evita o vazamento no transporte. Outra novidade é o formato de estrela do bico, que possibilita o uso na decoração de pratos.

Em 1993 são lançadas as embalagens em sachê.

Em 1996 chegam os molhos para salada Hellmann's, em embalagem de vidro, com bico dosador. A introdução do produto no mercado é influenciada por novos hábitos alimentares, que favorecem o consumo de alimentos mais saudáveis, como legumes e verduras.

Em 1997, as embalagens de vidro da maionese Hellmann's foram modificadas, com o aumento do diâmetro da boca do frasco, o que permitiu a retirada de porções com a colher de sopa.

Em 1998 há o lançamento das embalagens flexíveis em PET, com bico dosador – para mostarda, ketchup e maionese – e do sachê com 90 gramas para maionese. O objetivo é estabelecer uma linha para sanduíches e aproximar-se do público jovem, com embalagens flexíveis, que podem ser usadas fora de casa – no trabalho, por exemplo.

Em 1999 há o lançamento da embalagem Tetra Brik para ketchup tradicional. Também conhecida como embalagem longa vida, é composta por várias camadas de materiais (papel, polietileno e alumínio). Elas criam uma barreira que impede a entrada de luz, ar, água, e microorganismos e, ao mesmo tempo, não permitem que o aroma dos alimentos deixe a embalagem. A proteção contra a luz é fundamental, pois evita a destruição de importantes vitaminas dos alimentos (Vitamina C e Vitamina B).

Em 2001 há o lançamento da embalagem em sachê com bico dosador da maionese Hellmann's Light. Na época, a marca detinha 60% do segmento de maionese light.

Em 2004 as embalagens de vidro são substituídas pelas PET, recicláveis, e ainda de manuseio mais prático e seguro, especialmente para as crianças. Isso acontece nas linhas regular, light e limão.

Em 2006 são lançadas embalagens da linha Hellmann's maionese, com a marca modernizada e rótulos mais luminosos.

Em 2007 há o lançamento da embalagem de Hellmann's Light, com rótulo "sleeve", uma película que envolve todo o pote.

Em 2008 lançam-se embalagens de toda a linha Hellmann's, com destaque para a presença de Ômega 3 – que protege de doenças cardíacas – e Vitamina E. Os ingredientes que sempre fizeram parte da fórmula do produto (óleos vegetais, ovos, suco de limão ou vinagre, água e sal, e nenhum destes ingredientes fornece gordura trans), passam a ser valorizados para mostrar que a maionese – vista como gordurosa – também é um produto importante na alimentação, pois possui gorduras poliinsaturas, as chamadas gorduras boas.

o Também são lançadas as embalagens de Hellmann's com sabor, em sachês de 200 gramas, que ocupam menos espaço na cozinha. Elas também destacam os benefícios à saúde, como poucas calorias e ausência de gordura trans.

- Em 2009, foi feita a campanha “Só 40 Kcal?”, indicando que uma colher de maionese tem menor teor calórico do que uma maçã, por exemplo. As informações nutricionais foram detalhadas, eliminando o medo de gordura trans, colesterol, salmonela, desmontando os mitos associados às maioneses.

- Para apresentar aos consumidores os diversos usos de maionese em preparações culinárias, Hellmann´s também lançou a campanha de novos usos, com o objetivo de explicar que, ao contrário do que muita gente pensa, Hellmanns pode ser aquecida no fogo e fazer toda diferença na preparação de receitas, principalmente em carnes, seja como molho ou recheio, agregando sabor de uma maneira bastante prática. O bife acebolado é um exemplo. Como parte da estratégia, foi lançado o site de receitas recepedia (www.recepedia.com) que incentiva a interação das consumidoras com a marca.

Em 2012, com o objetivo de fidelizar os consumidores e garantir que eles não mudassem para outras marcas, Hellmann’s e a Ogilvy & Mather Brasil, agência de publicidade da marca, escolheram a rede de supermercados St. Marche para uma ação inédita. Um software instalado nos caixas das lojas reconhecia e combinava a maionese a outros alimentos comprados pelo cliente. O resultado era uma receita instantânea, impressa na nota da caixa registradora.

A ideia da campanha é mostrar que Hellmann’s não cai bem apenas com hambúrger, cachorro quente e salada de batata. Ou seja, dá para fazer muitas combinações deliciosas com a maionese mais vendida do Brasil. Por exemplo: carne + cebola + Hellmann’s = bife acebolado com Hellmann’s. Salmão + manga + Hellmann’s = salmão grelhado ao molho de manga. A receita era impressa imediatamente com o cupom fiscal.

A campanha foi premiada com um Leão de Ouro em Promo & Activition e com outro de Prata em Direct, ambos no Festival Internacional de Cannes. Além disso, ajudou a impulsionar o crescimento da empresa.

Voltar ao topo