Princípios Globais De Marketing De Alimentos E Bebidas

Comunicação e propaganda ajudam a informar o público sobre os benefícios de nossos produtos e inovações. também constituem um meio através do qual podemos nos engajar com os consumidores em relação a questões importantes para eles.

Comunicação com os consumidores

Temos quatro princípios claros que norteiam nossas comunicações com consumidores:

  • Nós nos comprometemos a construir confiança por meio de práticas responsáveis e comunicações transparentes com consumidores – tanto direta como indiretamente - através de outros interessados chave e líderes de pensamento.
  • É nossa responsabilidade assegurar que nossos produtos sejam seguros e que provamos informações claras sobre sua utilização e quaisquer riscos associados ao uso.
  • Apoiamos integralmente o direito do consumidor de saber o que nossos produtos contêm e seremos transparentes em relação aos ingredientes, valores nutricionais e propriedades de saúde e beleza dos mesmos. Utilizamos uma combinação de canais, incluindo rótulos dos produtos, sites, SACs e/ou folhetos para assegurar comunicação aberta com nossos consumidores.

Marketing e comunicação responsáveis

Estamos comprometidos com marketing e comunicação responsáveis. Como uma empresa de produtos de consumo líder global, promovemos os benefícios dos nossos produtos por meio de diversos canais de comunicação de marca.

Marketing e comunicação podem constituir uma força poderosa para a mudança comportamental. Ajudam a informar as pessoas sobre os benefícios de nossos produtos e inovações. Constituem também um canal para que possamos engajar com nossos consumidores em relação a questões importantes para eles. Por exemplo:

A campanha Dove de Real Beleza desafia estereótipos atuais de beleza.

A campanha "Se sujar faz bem" de Omo/Persil promove o conceito de que se sujar faz bem e faz parte do crescimento das crianças - fundamental para sua aprendizagem e desenvolvimento. Flora/Becel enfatiza os benefícios nutricionais de consumir margarina ao invés de manteiga.

A campanha "1 Enxágue" explica aos consumidores que precisam de apenas um balde de água para enxaguar suas roupas ao invés de três, ajudando-os a economizar água.

Ao mesmo tempo, reconhecemos a influência de marketing e comunicação sobre os consumidores e levamos nossas responsabilidades a sério. Aplicamos o código “Advertising and Marketing Communication Practice” da International Chamber of Commerce (ICC) como base para todas nossas comunicações. O código ICC estipula que todas as peças de marketing e propaganda sejam 'legais, decentes, honestas e verdadeiras" e que devamos assegurar que todos as afirmações relacionadas a produtos tenham uma base científica sólida.

Códigos internacionais de autorregulamentação

Apoiamos o desenvolvimento de códigos de autorregulamentação para marketing e comunicação e os aplicamos em todo o negócio.

Trabalhando através de entidades setoriais, como a World Federation of Advertisers e a International Chamber of Commerce, apoiamos o desenvolvimento de princípios gerais nessa área e sua integração a códigos e sistemas de autorregulamentação de comunicação e marketing ao redor do mundo.

Princípios globais de marketing de alimentos e bebidas da unilever

Em 2003, fomos uma das primeiras empresas a aplicar nossos próprios princípios à comercialização e comunicação de todos nossos produtos de alimentos e bebidas. Esses Princípios de Marketing de Alimentos e Bebidas globais foram elaborados pela Marketing Lawyers Network, nossa rede global de especialistas jurídicos em marketing, em colaboração com nossas equipes de marketing. Os princípios têm sido revistos regularmente desde 2003 com a publicação de atualizações, a última em dezembro de 2010.

Os Princípios determinam, por exemplo, que nossas comunicações de marketing sejam apropriadas à luz de questões de obesidade (como evitar mostrar porções excessivamente grandes) e que nossos materiais de marketing excluam qualquer coisa que interfira com a promoção de dietas saudáveis e equilibradas e estilos de vida saudáveis e ativos ou que enganosamente apresente lanches como refeições.

Propaganda e marketing de alimentos e bebidas para crianças

Os Princípios também contêm exigências adicionais relacionadas à comercialização de alimentos e bebidas para crianças. Nossas peças de comunicação:

  • não transmitem mensagens enganosas
  • não interferem na influência parental
  • não encorajam crianças a pressionar seus pais ou responsáveis a comprar produtos
  • não sugerem pressão de tempo ou de preço
  • não exploram a imaginação ou inexperiência da criança
  • não encorajam hábitos alimentares não saudáveis
  • não ofuscam a fronteira entre promoção e conteúdo.

Nós nos comprometemos a restringir voluntariamente toda a comunicação paga direcionada principalmente a crianças com menos de seis anos de idade. Aplicamos essa medida devido a evidências crescentes que demonstram que crianças com menos de seis anos não têm a capacidade cognitiva de distinguir entre propaganda/marketing e programação.

Para crianças com menos de 12 anos de idade, pesquisas também estabeleceram uma relacionamento causal entre propaganda/marketing e seu comportamento de compra e consumo de curto prazo. Para crianças a partir de 12 anos de idade esse relacionamento é muito menos claro.

Por esse motivo, restringimos marketing e propaganda dirigidos a crianças de seis a 12 anos para todos nossos produtos, menos aqueles que atendem aos critérios nutricionais da Unilever. Esse compromisso se aplica a comerciais de televisão, propaganda impressa, e sites da empresa e de terceiros em que 35% ou mais do público tenha menos de 12 anos de idade. Esse limite de idade está de acordo com a definição de criança na maioria dos padrões publicitários dos estados-membros da Comunidade Europeia. Nossos Princípios também limitam a utilização de personagens de desenhos animados e celebridades em embalagens, rótulos e materiais de ponto de venda a produtos que atendem aos critérios nutricionais da Unilever.

Não promovemos marcas ou produtos em escolas de educação primária, exceto quando solicitado ou endossado pela administração escolar para finalidades educativas e apenas com marcas e produtos que atendem aos critérios nutricionais da Unilever.

Veja os Princípios de Marketing de Alimentos e Bebidas Globais da Unilever em Downloads.

Iniciativas setoriais voluntárias de marketing responsável ('compromissos')

Além do trabalho com nossos Princípios Globais, desde 2008 a Unilever vem desempenhando um papel importante na disseminação de compromissos setoriais voluntários de promoção de marketing responsável de alimentos e bebidas para crianças com menos de 12 anos. Conhecidos como 'Pledge Programmes', essas iniciativas foram lançadas em muitos países e regiões ao redor do mundo.

Em janeiro de 2012, compromissos dessa natureza tinham sido implementados em 21 mercados, a saber: África do Sul; Austrália; Brasil; Canadá; Cingapura; Estados do Golfo; Estados Unidos; Filipinas; Hungria; Índia; México; Nova Zelândia; Peru; Polônia; Portugal; Romênia; Rússia; Suíça; Tailândia; Turquia; e União Europeia.

Em 2008, junto com outras empresas integrantes da International Food and Beverage Alliance (IFBA), assumimos um compromisso com a Organização Mundial de Saúde (OMS) de garantir o monitoramento dos princípios de marketing e comunicação dos integrantes da IFBA por auditores independentes. Veja Downloads para o relatório de monitoramento da IFBA.

Promoção de imagens corporais saudáveis

Há muita discussão em torno da maneira como as indústrias de moda e marketing retratam imagens irreais de beleza através de mídia e propaganda. As marcas da Unilever têm liberdade para escolher os tipos de modelo e ator mais adequados à imagem da marca, no entanto, precisam estar em conformidade com os padrões Unilever de imagem corporal saudável.

Em 2007, adotamos uma diretriz global para prevenir a utilização de modelos ou atores 'tamanho zero', com o intuito de assegurar que nossas propagandas não promovam magreza "não saudável". Todos os diretores de marca e agências devem utilizar modelos e atores que tenham um Índice de Massa Corporal (IMC) de entre 18,5 e 25. Esta medida está alinhada à orientação da Organização Mundial de Saúde sobre os níveis de IMC considerados saudáveis.

Voltar ao topo